Bloco Destaque 1Bloco Principal 1

Prefeitura de João Pessoa oferece apoio multidisciplinar para pessoas viciadas em drogas e bebidas alcoólicas

Na próxima terça-feira, 20 de fevereiro, é o Dia Nacional de Combate às Drogas e ao Alcoolismo. Uma data para conscientizar sobre os danos e as doenças que as drogas e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas podem causar na vida das pessoas e, consequentemente, na família desses dependentes. Em João Pessoa, quem sofre com o alcoolismo e/ou vício em drogas conta com o atendimento do Caps AD III David Capistrano da Costa Filho.

O espaço, que é ligado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), funciona com uma equipe multidisciplinar apta a lidar com os desafios emocionais de quem sofre com o uso dessas substâncias. Atualmente, a unidade atende quase 1.400 usuários.

Segundo a diretora do serviço, Ana Carolina de Arruda Porto Ferreira, o fator mais importante da existência do Caps AD é ser um local de apoio na sociedade, onde o usuário encontra profissionais com uma escuta atenta e acolhedora às suas necessidades. “É um trabalho minucioso. Cada dia é uma conquista. Vivemos com altos e baixos, vitórias e derrotas, mas acreditando sempre que, através de um serviço multiprofissional, capacitado para este tipo de demanda, podemos reverter ou melhorar a qualidade de vida de quem vive nessa dependência”, comenta.

O Caps AD III oferece tratamento em atenção dia, onde o usuário vai até o serviço três vezes por semana para os atendimentos; na modalidade intensiva, indo todos os dias; e no acolhimento 24 horas para desintoxicação do uso de substâncias psicoativas.

“Mas o trabalho da equipe multidisciplinar vai além. Nós trabalhamos, também, na restauração e no fortalecimento de vínculos familiares rompidos por causa do vício, na inserção social do reabilitado e na reinserção no âmbito do mercado de trabalho”, destaca Ana Carolina Ferreira.

Grupo de apoio – Para a psicóloga Adriana Pereira Guedes Costa, chefe do setor Psicossocial da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), no que diz respeito ao alcoolismo, uma das partes mais difíceis do trabalho é lidar com as lutas individuais e os desafios emocionais dos dependentes.

Ela é uma das responsáveis pelo acompanhamento do grupo de apoio Limpando a Mente, que oferece serviço multidisciplinar aos funcionários e agentes de limpeza que sofrem com o alcoolismo. O grupo não possui coordenador específico, porque é baseado nos princípios do Alcoólicos Anônimos (AA), no qual seus membros podem mediar os encontros.

“Trabalhar com pessoas que lutam contra o vício do álcool pode ser uma experiência desafiadora e gratificante ao mesmo tempo. É emocionante testemunhar as dificuldades enfrentadas por essas pessoas e ajudá-las a enfrentar os altos e baixos da recuperação”, ressalta Adriana Pereira.

Segundo a psicóloga, grupos de apoio podem ter um impacto significativo no dia a dia das pessoas que lutam contra o alcoolismo. Eles proporcionam esperança, orientação e habilidades necessárias para superar o vício e levar uma vida melhor.  “Além disso, o projeto pode ajudar a reduzir o estigma em torno do vício do álcool, promovendo uma maior compreensão e aceitação da pessoa e sua família dentro da comunidade”, comenta.

O grupo Limpando a Mente tem encontros semanais, sempre nas sextas-feiras, das 14h às 16h, na sala do Setor Psicossocial da Emlur. “A roda de diálogo foi criada para atender os funcionários da Emlur. Mas recebemos sim a visita de pessoas externas”, enfatiza Adriana Pereira.

Conselho Municipal – Com o objetivo de assegurar a máxima eficácia das ações de redução e prevenção do uso indevido de drogas, incluindo bebidas alcoólicas, a Prefeitura de João Pessoa conta com o Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas (Comad), que é ligado à Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

“O Conselho não trabalha diretamente com o usuário. Uma das nossas prerrogativas é a fiscalização das clínicas especializadas, dos CAPs e das Comunidades Terapêuticas (CTs), mas existem exceções e acabamos acompanhando e enviando alguns casos para recuperação”, conta a presidente do Comad, Inise Machado de Lima.

“Temos um encontro no próximo dia 20 para debatermos sobre o Dia Nacional do Alcoolismo e outras Drogas. O álcool, por tratar de droga lícita, é o que mais nos preocupa. Para se ter uma ideia da gravidade do problema, uma em cada 20 mortes no mundo é causada de alguma forma pelo álcool”, revela.

Serviço:

Caps AD III David Capistrano da Costa Filho

Local: funciona na Policlínica Municipal de Jaguaribe, na rua Alberto de Brito, 413;

Horário de atendimento: segunda a sexta-feira – 7h às 11h e 13h às 17h;

Telefone para contato: 3213-7616

Importante: No próximo dia 26 de fevereiro, o Caps AD III irá funcionar em novo endereço.  Será na rua Professor Álvaro Carvalho, bairro de Tambauzinho

PARAÍBA.COM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri