Bloco Principal 2

Usar remédios sem prescrição do veterinário pode levar animais à morte, alerta CRMV-PB

 

O Conselho Regional de Medicina Veterinária da Paraíba (CRMV-PB) alertou para os perigos de medicar um animal sem a prescrição de um médico-veterinário ou até a utilização de remédios de humanos para bichos e de fitoterápicos. Nessa sexta-feira (5), foi o Dia Nacional sobre o Uso Racional de Medicamentos.

“Medicar um animal sem a indicação do veterinário pode causar problemas sérios, prejudicar o bem-estar e até levá-lo à morte”, destacou o médico-veterinário José Cecílio.

O profissional explica que para cada problema de saúde, existe um tipo de tratamento mais adequado, que só pode ser prescrito após exame e diagnóstico.

“O veterinário estudou para fechar o diagnóstico e também para indicar o tratamento adequado, o tipo de medicação e a dosagem correta”, afirmou.

Segundo alertou José Cecílio, que é presidente do CRMV-PB, a utilização do medicamento inadequado ou em dose errada pode mascarar problemas de saúde ou desencadear efeitos graves, como gastrite, lesão renal, hepática e, inclusive, levar à morte.

“O fato do veterinário ter indicado o medicamento para um animal com sintomas semelhantes, não significa que o remédio pode ser consumido por outro animal”, contou, destacando que algumas raças são sensíveis e podem ter intoxicações com determinadas medicações.

Outro risco para os animais é a administração de medicação destinada a humanos, pois eles possuem organismos diferentes podendo a ação não ser a mesma e até mesmo a diferença na dosagem. Segundo explicou José Cecílio, alguns fármacos não são metabolizados pelos animais ou algumas substâncias produzidas pela ação destes medicamentos podem causar danos.

“Existem medicamentos que são tóxicos para os animais e que são utilizados com frequência pelos humanos, como, por exemplo, paracetamol e aspirina para gatos e diclofenaco para cães e gatos”, informou.

Outro perigo para os animais são os remédios fitoterápicos. Muitos pensam que por terem como base plantas eles podem ser ministrados, mas isso é um engano, pois muitos deles podem ser nocivos.

“Sempre é bom alertar que em caso de ingestão acidental de medicamentos ou até casos de urgência, é preciso procurar um médico-veterinário. Medicar um animal por conta própria pode acarretar uma série de problemas e até levá-lo a morte”, disse.

 

PORTALCORREIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri