Bloco Principal 1

Rinoceronte-de-sumatra, jacaré branco e girafa sem mancha: espécies raras nasceram em 2023

O reino animal mostrou, mais uma vez, em 2023, que continua impactando os humanos com sua beleza e diversidade. Tanto que algumas espécies raras, ou que correm risco de extinção, vieram ao mundo nos últimos meses para provar que os bichos continuam resistindo, apesar da interferência do homem na natureza e no meio ambiente. Alguns nascimentos aconteceram graças a equipes dedicadas a fazer com que a fauna continue reconquistando seu espaço no mundo. De rinoceronte quase extinto a girafa sem manchas, veja as espécies raras que nasceram ao longo do ano

Em julho, uma das girafas mais raras do planeta nasceu em um zoológico do Tennessee, nos Estados Unidos. O filhote veio ao mundo sem as manchas características da espécie, em uma tonalidade toda marrom. Segundo um comunicado emitido pelo local, especialistas acreditam que ela seja o único animal do tipo existente atualmente

Um rinoceronte-de-sumatra nasceu no oeste da Indonésia no final de novembro. De acordo com autoridades, foi algo incomum para essa espécie ameaçada de extinção e da qual restam apenas algumas dezenas de exemplares

Um ovo trincado da arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari), espécie em extinção, foi salvo por biólogos no zoológico de São Paulo. Os profissionais localizaram o ovo, o recolheram, o repararam e o encaminharam para incubação artificial. O filhote conseguiu sobreviver e nasceu no fim de fevereiro, com 20,5 gramas. Ele é fruto de Maria Clara e Francisco, que chegaram ao zoológico em 2004 e 2006, respectivamente, depois de uma ação da Polícia Federal e do Ibama contra o tráfico de animais

Um jacaré branco, raríssimo, nasceu no dia 7 de dezembro em um parque de répteis em Orlando, nos Estados Unidos. O filhote, que é uma fêmea, tem leucismo, que causa perda parcial da pigmentação e que pode fazer com que o animal fique com a pele branca ou com manchas. As células pigmentares dos olhos, no entanto, não são afetadas pela doença, ao contrário do que acontece no albinismo — em que há ausência de melanina, o que causa pele branca e olhos vermelhos

R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri