Bloco Principal 1Policial

Pedra gigante atinge e destrói parte de casa após deslizamento de terra em Aparecida, SP

Uma pedra gigante destruiu parte de uma casa após um deslizamento de terra nesta quarta-feira (21) em Aparecida (SP). As três moradoras, entre elas uma mulher de 57 anos e uma criança de dois, foram levadas para um abrigo temporário. Ninguém se feriu.

Aparecida registrou diversos estragos por causa das chuvas desde a tarde de terça-feira (20). O caso mais grave foi a morte da cozinheira Rosangela Custódio, que foi arrastada por 120 metros em uma enxurrada.

A casa atingida por uma pedra após o deslizamento de terra fica na rua Itamaracá, no bairro Itaguaçu. Nilsa Maria Custódio estava no imóvel com a filha e o neto, de dois anos, e se preparava para dormir quando a pedra atingiu o quarto dela.

“Eu mudei minha cama de lugar faz dois dias. Eu estava fazendo oração, era oito e meia da noite. Eu vou dormir cedo e de repente fez um barulhão. Eu estou traumatizada”, disse.

Pedra gigante atinge e destrói parte de casa após deslizamento de terra em Aparecida, SP — Foto: Peterson Grecco/TV Vanguarda

Pedra gigante atinge e destrói parte de casa após deslizamento de terra em Aparecida, SP — Foto: Peterson Grecco/TV Vanguarda

A família foi retirada do local e levada para um abrigo. Agentes da Defesa Civil devem ir ao local nesta quinta-feira para fazer uma nova vistoria no imóvel.

Não há previsão para retirada da pedra e, por isso, a casa permanecerá interditada.

Pedra gigante atinge e danifica casa após deslizamento de terra em Aparecida, SP — Foto: Petterson Grecco/TV Vanguarda

Pedra gigante atinge e danifica casa após deslizamento de terra em Aparecida, SP — Foto: Petterson Grecco/TV Vanguarda

Chuvas intensas

Aparecida registrou 125 milímetros de chuva nas últimas 24 horas. A cidade vem contabilizando estragos por conta de temporais e ventos fortes desde terça-feira.

A prefeitura informou que, por conta disso, 23 áreas de risco do município, em especial o bairro Itaguaçu, estão em alerta para possibilidade de inundação, escorregamento, enxurrada e alagamento.

A Defesa Civil orienta que, ao primeiro sinal de instabilidade dessas áreas, os moradores devem deixar a residência imediatamente.

A principal ocorrência registrada até o momento envolve uma mulher de 51 anos, que morreu após ser arrastada por uma enxurrada na rua Padre Gebardo, no bairro Santa Rita. Ela recebeu atendimento médico, mas não resistiu e morreu.

G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri