Bloco Destaque

Lula anuncia investimento de R$ 1,3 bilhão para Belém receber a COP30, em 2025

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai participar, nesta segunda-feira (6), de cerimônia de assinatura de convênios entre a Itaipu Binacional, Governo do Pará e a Prefeitura de Belém para revitalizar a capital paraense em função da 30º Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP30), que será realizada na cidade em novembro do ano que vem. Será a primeira vez que a região amazônica sediará uma COP, o principal evento sobre mudança climática do mundo.

A hidrelétrica vai destinar R$ 1,3 bilhão no convênio. O valor disponibilizado será investido em obras de infraestrutura urbana na capital paraense, envolvendo qualificação de vias, aumento da rede de esgotamento sanitário, revitalização do Complexo do Ver-o-Peso, entre outras.

Segundo o Palácio do Planalto, serão assinados três convênios. O primeiro será com a Secretaria de Obras Públicas para o aprimoramento da infraestrutura viária e implantação do parque linear Doca, na avenida Visconde de Souza Franco. “Estão previstas várias ações, como a execução de 50 km de rede coletora de esgoto, 4,8 mil ligações de esgoto, pavimentação de vias de acesso à COP 30, implantação de vias marginais do Canal Água Cristal, equipamentos de controle de tráfego, entre outras”, diz.

O segundo convênio, no valor de R$ 323,5 milhões, será assinado pela Itaipu e a Prefeitura de Belém e prevê a implantação do Parque Urbano Igarapé São Joaquim, com projetos de arquitetura, paisagismo, rede de esgoto, iluminação pública, sinalização viária, entre outros.

Há, ainda, o terceiro convênio, de R$ 41,8 milhões, envolvendo o Parque Tecnológico Itaipu, a prefeitura de Belém e a Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa. Nesse caso, o objetivo é o desenvolvimento de metodologia para a gestão de resíduos sólidos, ações de educação ambiental e de inovação em biotecnologia.

No ano passado, Lula garantiu que o governo federal “não vai medir esforços para ajudar tanto a prefeitura de Belém quanto o governo do estado” na preparação para receber o evento. “Vamos ter que melhorar muito os serviços básicos da cidade para fazer as coisas acontecerem”, destacou na ocasião.

As ações em torno da COP30 estão concentradas em uma secretaria extraordinária criada por Lula neste ano. O órgão está sob o guarda-chuva da Casa Civil e funcionará até junho de 2026. A finalidade é “coordenar, articular, orientar e monitorar” as atividades da União, do Governo do Pará e da Prefeitura de Belém para a realização da conferência junto à ONU.

 

PORTALCORREIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri