Bloco Principal 1

Genro que traiu mulher com o próprio sogro, em Araraquara, diz que sofria ameaças

 

Júnior Virgilio, de 23 anos, protagonizou na última semana um dos assuntos mais falados do país. Ele foi pivô de uma crise familiar por ter traído sua mulher com o próprio sogro, em Araraquara, município do interior paulista. Após o caso ter se tornado público, uma confusão em série aconteceu na cidade, com vídeos íntimos vazados, carro incendiado, briga e espancamento. O jovem alegou que sofria ameaças e se submeteu ao relacionamento para coletar provas.

— Minha cabeça ficava atordoada, por constantes ameaças, se ele não me ameaçava de morte ele falava que mandava alguém me matar. Falava que se não conseguisse me matar tirava meu filho de mim. Então isso veio afetando bastante minha cabeça. E eu precisava entrar no jogo dele para conseguir criar provas contra ele. E foi como eu vim conseguindo isso. Graças a Deus eu entrei com advogado. A verdade será esclarecida para o Brasil todo entender o que aconteceu e o que ele vinha fazendo na minha vida — disse Virgilio, em entrevista à TV Morada do Sol, de Araraquara.

O EXTRA não conseguiu contato com o sogro de Virgilio.

O caso tornou-se público depois que a mulher de Virgilio , olhando o celular do pai, descobriu que ele tinha um relacionamento com o seu companheiro. Furiosa, ela teria resolvido compartilhar em sua rede social as trocas de mensagens entre os dois, no último dia 15 de novembro, além de gravações achadas na galeria do aparelho em que eles apareciam juntos no motel. Virou caso de polícia.

Em diálogos compartilhados pela mulher traída, sogro e genro chegam a declarar que se amam. “Você sabe que eu gosto de você”. O decorrer da conversa, no entanto, dá a entender que o rapaz estaria tendo relações sexuais com o pai da companheira em troca de dinheiro. “Não vai me dar o dinheiro mesmo? Não vai ter outra vez”, diz ele numa das mensagens. A história virou uma thread no X, antigo Twitter, publicada por um usuário da rede, e até o início da noite desta quarta-feira, já foi lida por pelo menos 13,6 milhões de pessoas.

Após a exposição, uma confusão se criou na rua onde a família vive. Em vídeos que circulam nas redes, o pai exposto pela filha aparece alterado e gritando em direção ao homem que seria o genro; o homem teria incendiado o carro do rapaz com quem teria tido um caso. Em dado momento, ele atira uma garrafa de vidro, e cacos acabam atingindo uma vizinha. Depois disso, a confusão se torna generalizada: cerca de nove populares espancam o homem com socos, chutes e até cadeiradas.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que o caso foi registrado como dano e lesão corporal no Plantão da Delegacia Seccional de Araraquara e encaminhado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) da cidade, onde passou a ser investigado. “Na ocasião, um homem de 45 anos se envolveu em uma briga familiar, depredou um veículo e arremessou uma garrafa que atingiu uma mulher que estava próxima.

O autor foi agredido por populares e socorrido à UPA do bairro, onde permaneceu internado”, diz a instituição, que acrescenta que foi solicitada perícia ao local e informou que os envolvidos notificados a comparecerem na unidade policial.

 

CLICKPB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri