Bloco Destaque 1Bloco Principal 1

Existe um horário para parar de comer carboidrato? Veja cinco opções para uma refeição noturna equilibrada

Há quem diga que o carboidrato é o grande vilão da alimentação saudável. Por isso, ele acaba sendo excluído das refeições, principalmente à noite. A justificativa é de que o metabolismo desacelera significativamente neste período queimando menos calorias e que, portanto, os carboidratos são mais propensos a serem armazenados como gordura.

Mas será que comer carboidrato à noite realmente engorda mais do que em outros horários do dia? A resposta é não. Se você comeu carboidrato ontem à noite e está lendo essa reportagem, saiba que está tudo bem. Não existe nenhuma referência, nada na literatura científica, apontando que o horário em que consumimos o carboidrato reflete diretamente na balança.

“Existe esse mito porque as pessoas acham que o carboidrato é quem engorda. Mas o que engorda é o excesso. Também não existe nenhuma referência que comprove que o carboidrato sozinho faz mal. Essa história é baseada em suposições e não na ciência”, explica Lara Natacci, nutricionista pós-doutora em nutrição pela Universidade de São Paulo (USP) e diretora clínica da Dietnet.

Segundo a nutricionista, existem estudos que mostram que o ideal é jantar mais cedo para respeitar o ritmo biológico, por exemplo, mas não há nenhuma restrição ao carboidrato.

“Existe uma área da nutrição, a crononutrição, que traz a ideia de que o ideal é que a gente comesse mais no começo do dia e menos no período da noite. Eles estudam o jejum (não o intermitente), parando de comer entre 18h e 20h e voltando no dia seguinte lá pelas 8h. Mas isso vai do ritmo de cada um“, completa.

O que vai influenciar no nosso peso é ingerir mais calorias do que o corpo gasta ao longo do dia. Mas não pense que é uma fórmula simples. Vários fatores podem influenciar neste consumo de calorias, como alterações metabólicas, privação de sono, aspectos sociais/ambientais, problemas genéticos e medicamentos

“O que faz a diferença é quanto que vamos comer e os motivos que nos levam a comer mais ou menos. Antes de apontar um vilão, precisamos descobrir a causa de tudo”, finaliza Natacci. 

Em resumo, comer carboidratos à noite pode ser parte de uma dieta saudável, desde que sejam escolhidas opções nutritivas e dentro das necessidades calóricas diárias. Para quem quer manter uma vida saudável, o mais importante é focar em uma dieta equilibrada, um sono de qualidade e atividade física regular.

Dicas de refeições

 

A pedido do g1, a nutricionista Lara Natacci sugeriu algumas opções para a refeição noturna (com carboidrato!):

  • Opção 01: salada crua + legume cozido + batata ou arroz + peixe
  • Opção 02: crepioca (ovo batido com tapioca) + recheio de frango desfiado + queijo cremoso + salada crua ou uma fruta
  • Opção 03: sopa de legumes com mandioquinha e carne desfiada
  • Opção 04: salada de frutas + granola + iogurte
  • Opção 05: uma boa salada + atum em lata + croutons

G1

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri