Bloco Principal 1Policial

Desembargador mantém prisão de pastor acusado de golpe milionário em fiéis

Na manhã desta quarta-feira (21), o desembargador Saulo Benevides, do Tribunal de Justiça da Paraíba, determinou a continuidade da prisão preventiva do pastor Péricles Cardoso. Ele é acusado de cometer um golpe que ultrapassa os R$ 2 milhões contra membros da igreja Assembleia de Deus, situada no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Péricles está sob custódia desde novembro do ano passado.

A defesa do religioso argumentou ao desembargador que a prisão decretada pela Justiça comum seria ilegal, pois não haveria fundamentos mínimos para justificá-la, tampouco evidências claras de que sua soltura representaria uma ameaça à ordem pública ou à aplicação futura da lei penal.

Contudo, na decisão proferida, o magistrado rejeitou tais alegações, afirmando não encontrar consistência suficiente nas argumentações da defesa para conceder a liminar solicitada.

 

PB Agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri