Bloco Principal 4

Botox, peeling e preenchimento: quais profissionais podem fazer o quê?

Procedimentos como botox, peelings e preenchimento são anunciados aos montes nas redes sociais. Com a morte de um jovem após um peeling de fenol oferecido por uma influencer, sem licença para esse tipo de procedimento, a internet levantou o debate: quais são os profissionais que podem fazer procedimentos estéticos?

A resposta não é tão simples porque não há lei que regulamente e as regras não são claras, criando um limbo.

No Brasil, quem regulamenta quem pode fazer o que na área estética são os conselhos federais de cada profissão. Mas há uma queda de braço entre essas entidades justamente porque as regras não são claras.

🚨 Com isso, em meio ao apelo das imagens com resultados que mostram o antes e depois, quem quer fazer esse tipo de procedimento fica vulnerável ao risco.

➡️ Segundo a Anvisa, estética e embelezamento foi a categoria com a maior parte das reclamações na agência — 54%. A maioria trata de eventos adversos, ou seja, complicações após procedimentos.

Para o médico sanitarista Gonzalo Vecina, professor da Faculdade de Saúde Pública da USP, fundador e ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), é urgente a necessidade de uma legislação que regulamente. (Leia mais abaixo)

Abaixo, o g1 explica como funciona a regra, quem pode fazer o que e quais os cuidados tomar antes de fazer um procedimento.

❌ Esteticista não pode fazer procedimentos invasivos

 

Apesar do nome ser procedimento estético, as pessoas formadas em estética não podem fazer os procedimentos mais comuns do mercado como botox, preenchimento e nem mesmo o peeling de fenol.

🚨 Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), esteticistas podem apenas fazer procedimentos externos. Ou seja, não podem aplicar nada que altere a forma de qualquer parte do corpo. Isso ocorre porque eles não são considerados profissionais de saúde.

Então, quem pode fazer o quê?

 

As regras são estabelecidas pelos conselhos federais, que regulamentam as profissões. A diferença entre elas está na exigência para a atuação na área de estética. Todos exigem algum tipo de especialização, mas há quem peça pós-graduação e quem aceite cursos livres. O tempo de experiência também varia de acordo com cada profissional.

Além disso, há áreas como biomédico e enfermeiro que não podem prescrever medicamentos.

Abaixo, o g1 elencou quatros dos principais procedimentos estéticos e consultou os conselhos federais de medicina, odontologia, biomedicina, enfermagem e farmacêutica para saber o que cada um pode fazer.

Veja quais profissionais podem fazer procedimentos estéticos

Profissionais Botox Preenchimento Harmonização Peeling de fenol
Médico dermatologista Pode ✅ Pode ✅ Pode ✅ Pode ✅
Enfermeiro Pode ✅ Pode ✅ Pode ✅ Não pode ❌
Biomédico Pode ✅ Pode ✅ Pode ✅ Pode ✅
Odontologista Pode ✅ Pode ✅ Pode ✅ Não pode
Farmacêutico Pode ✅ Pode ✅ Pode ✅ Pode ✅
Esteticista Não pode ❌ Não pode ❌ Não pode ❌ Não pode ❌

O que fazer para se proteger na hora de escolher o profissional?

 

Como as regras não são claras, é preciso cuidado redobrado na hora da escolha do profissional. O primeiro ponto que os especialistas levantam são as redes socais: o número de seguidores e qualidade das imagens não devem ser critério de escolha.

Na hora de escolher, é preciso fazer algumas perguntas:

  1. ➡️ Qual a profissão de quem vai fazer o procedimento?
  2. ➡️ Após saber a profissão, cheque se ela está entre as que podem fazer esse tipo de procedimento.
  3. ➡️ Peça o registro profissional. Isso porque não basta estar entre os profissionais de saúde que podem aplicar, mas cumprir as exigências de conhecimento técnico e experiência. Com o registro, você pode ir ao site do conselho e checar se o profissional é classificado como estético.
  4. ➡️ Cheque se a licença na vigilância sanitária está em dia. Para isso, você vai precisar do CNPJ e endereço. A consulta pode ser feita por telefone ou online.

 

Para além disso, faça uma avaliação do procedimento que vai fazer. A popularização não significa que esses são processos simples. Há risco de hipersensibilidade, alergias, reações inflamatórias, infecções e complicações que podem levar a morte.

Por isso, cheque se o espaço em que vai fazer, respeitando toda a lista acima, tem estrutura para o socorro e atendimento no caso de uma complicação.

Queda de braço entre profissionais da saúde

 

A falta de regras claras e podendo os conselhos criarem suas próprias vem gerando uma queda de braço. Isso porque o Conselho Federal de Medicina (CFM) entende que procedimentos estéticos só podem ser feitos por médicos.

❌ A queda de braço envolve notas públicas em que os conselhos repudiam as ações do CFM contra a atuação de outros profissionais de saúde em estética e processos judiciais para derrubar liberações e até impedir profissionais de outras áreas de atuarem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri