Bloco Principal 1

Alaskapox: doença rara faz sua primeira vítima nos EUA

 

Os Estados Unidos foram atingidos por um alarmante evento de saúde pública, com o registro do primeiro caso de morte por Alaskapox, uma rara infecção cutânea relacionada à varíola do Alasca. A vítima, anunciada pelas autoridades de saúde na última sexta-feira (9), morreu após complicações decorrentes da doença.

O paciente que morreu também enfrentava um estado de saúde mais delicado devido ao tratamento para o câncer.

Este caso, o primeiro do tipo fora do interior do estado americano, levanta preocupações sobre a disseminação do vírus, descoberto em 2015 e pertencente ao mesmo gênero viral responsável pela varíola.

Segundo o CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças), as autoridades de saúde alertam que pequenos mamíferos, como ratos-almiscarados de dorso vermelho e toupeiras, são os principais vetores da doença, mas ainda não está claro como o paciente em questão foi infectado.

O paciente, um idoso que residia em uma área florestal, relatou cuidar de um gato de rua que frequentemente caçava pequenos mamíferos e ocasionalmente arranhava o paciente.

A descoberta de um arranhão próximo à axila direita levanta a suspeita de que este contato com o animal possa ter sido a fonte da infecção.

Os sintomas iniciais da doença apareceram em setembro, com uma erupção cutânea na pele da axila, seguida de fadiga e dor no ombro nas semanas seguintes. O paciente foi hospitalizado em novembro e, infelizmente, morreu no final de janeiro.

Até o momento, não há registros de transmissão de Alaskapox entre humanos. No entanto, dada a possibilidade de contato direto com lesões cutâneas, as autoridades de saúde recomendam que pessoas com sintomas semelhantes mantenham a área afetada coberta com bandagens.

Segundo o governo do Alasca, este caso trágico ressalta a importância da vigilância contínua e da educação pública sobre doenças emergentes, especialmente em áreas onde o vírus é endêmico.

O que é Alaskapox?

Segundo o CDC, Alaskapox é uma doença viral rara que foi identificada pela primeira vez em 2015, quando um paciente em Fairbanks, Alasca, apresentou sintomas semelhantes aos da varíola. O vírus responsável pela Alaskapox é classificado como um orthopoxvirus, o mesmo gênero viral que inclui o vírus da varíola. No entanto, Alaskapox é considerado uma doença menos grave do que a varíola.

Os sintomas da Alaskapox incluem o desenvolvimento de lesões cutâneas, como inchaços ou pústulas, além de outros sintomas como linfonodos inchados e dor nas articulações e/ou músculos.

ndmais.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri