Bloco Destaque 1Bloco Principal 1

A busca desesperada por criança que desapareceu em águas com crocodilos

Uma busca desesperada por uma criança que acredita-se ter sido levada por um crocodilo está em andamento no norte da Austrália.

O menino de 12 anos foi visto pela última vez ao anoitecer de terça-feira (2/7), nadando perto da remota comunidade de Nganmarriyanga, a cerca de 7 horas de carro a sudoeste de Darwin, no Território do Norte.

De acordo com a polícia, uma equipe especializada de busca e resgate foi enviada para o local depois que “informações iniciais indicavam que a criança havia sido atacada por um crocodilo”.

O Território do Norte abriga cerca de 100 mil crocodilos-de-água-salgada, mais do que qualquer outro lugar do mundo, mas ataques são incomuns.

Membros da comunidade de Nganmarriyanga — conhecida anteriormente como Palumpa, onde vivem apenas 364 pessoas — e a polícia local começaram a procurar a criança logo depois que ela desapareceu em Mango Creek, por volta de 17h30 do horário local (4h, no horário de Brasília).

A equipe especializada de busca e resgate está procurando em terra e na água.

Uma busca aérea também poder ser lançada, segundo a imprensa local.

O secretário da Polícia do Território do Norte, Brent Potter, anunciou na tarde desta quarta-feira (3/7) que a operação havia entrado na “fase de recuperação”.

“É um incidente trágico para qualquer pai, mãe ou membro da família perder uma criança pequena, e especialmente em circunstâncias como esta, levado por um crocodilo”, declarou ele a jornalistas.

Os crocodilos envolvidos em ataques a humanos na Austrália são geralmente capturados e mortos. Potter disse que os responsáveis ​​pela vida selvagem foram autorizados a “remover” o crocodilo da área assim que for localizado — e reiterou a mensagem de segurança do governo.

“Vivemos em um lugar em que os crocodilos ocupam nossas águas… é apenas um lembrete para ficarmos fora da água o máximo possível.”

Encontrados em todo o extremo norte da Austrália — de Broome, na Austrália Ocidental, a Gladstone, em Queensland — os crocodilos-de-água-salgada foram caçados até serem quase extintos, mas os números da espécie se recuperaram desde que a prática foi proibida na década de 1970.

Foram registrados pelo menos dois outros ataques de crocodilos no Território do Norte no ano passado — um menino de nove anos foi ferido em janeiro enquanto nadava no Parque Nacional de Kakadu, e um fazendeiro escapou das mandíbulas do animal mordendo-o de volta em outubro —, mas não há nenhum ataque fatal desde 2018.

O Estado australiano de Queensland, no entanto, registrou uma série de ataques mortais nos últimos anos, incluindo um jovem de 16 anos que foi morto no Estreito de Torres em abril.

G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri