Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) — Um ex-atleta olímpico está sob investigação nos EUA após especialistas em aviação levantarem suspeitas de que ele poderia ter orquestrado a queda do próprio avião para ganhar engajamento em seu canal no YouTube. Trevor Jacob, 28, pratica snowboard e participou dos Jogos de Inverno na Rússia, em 2014.

No final de dezembro, o ex-atleta publicou um vídeo em que abandona uma aeronave modelo Taylorcraft BL64, que segundo ele havia sido acometida por uma falha no motor. Na ocasião, gravada um mês antes da postagem, Jacob sobrevoava a Floresta Nacional de Los Padres, na Califórnia. Poucos minutos depois, porém, o vídeo corta para uma cena em que o youtuber salta do avião com um paraquedas e aterrissa nas colinas da floresta.

Ao mesmo tempo, o veículo começa a cair até se destroçar — havia uma câmera com Jacob e outras fixadas na aeronave. No início da filmagem, o americano comenta sobre o clima e diz ter levado consigo as cinzas de um amigo que morreu em 2015 num acidade de wingsuit, traje usado por paraquedistas para planar durante queda livre. As cinzas seriam espalhadas pela paisagem, durante o trajeto de avião.

O vídeo, cujos comentários foram desativados, soma atualmente 1,1 milhão de visualizações. Além disso, o canal no YouTube de Jacob tem 130 mil inscritos, quase o dobro do que ele tinha em março, de acordo com a última reprodução da plataforma Way Back Machine, quando reunia cerca de 76 mil seguidores.

após o salto, de acordo com o youtuber, ele passou horas caminhando em busca de ajuda. “Estou exausto. Estou com tanta sede. Estou com medo, estou com problemas, estou todo cortado”, disse. “A única opção que tenho é rastejar por esses arbustos como estive nas últimas cinco horas. Estou com dor, cara. Estou sofrendo. O que quer que eu esteja passando não desejo a ninguém.”

A jornada, assim como o vídeo, acaba quando Jacob encontra um riacho e, depois, um homem que diz ser fazendeiro. Antes de saltar, o ex-atleta não é visto tentando pedir ajuda pelo rádio da aeronave.

Após a publicação, realizada no último dia 24, outros youtubers e especialistas se mostraram céticos quanto ao suposto acidente. Na sequência, a Agência Federal de Aviação dos Estados Unidos confirmou que investigaria o episódio, de acordo com o site de notícias de aviação AVWeb.

Piloto profissional de drones e também youtuber, Trent Palmer, publicou um vídeo no último dia 6 no qual observa que Jacob parecia já ter destravado a porta da aeronave, antes mesmo que o motor falhasse. Ele também estranhou o fato de que em nenhum momento o ex-atleta procurou algum lugar seguro para pousar — segundo Palmer, havia na região uma área onde a aterrissagem era possível.

Já Dan Millican, um outro youtuber que grava vídeos sobre aviação, observou que, ao contrário de Jacob, pilotos de aviação em geral não costumam voar de paraquedas, porque o artefato pode ser muito pesado e atrapalhar o voo. Ele também concordou que era mais seguro tentar pousar do que saltar de paraquedas, já que a aeronave continuaria a planar no ar por algum tempo.

De acordo com o site Insider, Jacob não é o primeiro youtuber acusado de encenar um acidente para ganhar seguidores. Em 2019, o ex-esquiador profissional David Lesh gerou polêmica quando fez um pouso de emergência em uma praia próxima a São Francisco, na Califórnia. Na ocasião, disse que o motor do avião havia parado de funcionar e filmou calmamente, enquanto abandonava a aeronave.

Ainda não se sabe qual pena Jacob pode pegar caso fique provado que ele forjou seu acidente. Em 2009, porém, um homem foi condenado a quatro anos de prisão após confessar ter derrubado seu próprio avião para fingir que estava morto. Na época, Marcus Schrenker foi acusado de destruir uma aeronave e acionar a guarda costeira quando nenhuma ajuda era realmente necessária.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − quatro =