O presidente da República, Jair Bolsonaro, fez uma piada de tom homofóbico em visita ao Maranhão, nessa quinta-feira (29). Em parada não programada no município de Bacabeira (MA), Bolsonaro experimentou a bebida que é um dos principais símbolos da cultura do estado e, por ser cor-de-rosa, questionou – em meio a risos – se tinha virado “boiola”.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse em tom irônico. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, acrescentou.

Bolsonaro estava sem máscara e causou a aglomeração de pessoas no local, onde posou para fotos.

Em resposta, o governador Flávio Dino disse que Bolsonaro agiu com a “habitual falta de educação e decoro”. “E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica. Será processado”, afirmou conclamando a população a tomar o refrigerante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

10 + 15 =