O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse neste sábado (21), durante visita ao Porto do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Fortaleza, que está disposto a conversar com o ex-ministro Ciro Gomes, presidenciável do PDT.

“Minha mãe me dizia para não brigar, por isso se um não quer, dois não brigam. Estou aberto a conversar com quem quiser falar comigo. Respeito muito o Ciro, mas entendo que meus adversários me critiquem. Se ele for na televisão e falar bem, eu ganho a eleição”, disse Lula.

O ex-presidente petista também voltou a rechaçar a falsa simetria criada de que ele e Jair Bolsonaro seriam dois extremos. “Não gosto quando falam que eu e Bolsonaro somos polarizados. Quem fala isso mente. Eu tenho uma história, meu governo foi democrático. Temos que em 2022 nos unir para tirar isso aí que foi eleito em 2018 [Bolsonaro], essa anomalia, vencer o fascismo. Se eu não for candidato, votarei em qualquer um que for contra o Bolsonaro no segundo turno” disse Lula.

Assista:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 − sete =