Apesar das dificuldades do setor com o recrudescimento da pandemia nos primeiros meses deste ano e ausência do auxílio emergencial, as vendas do varejo paraibano voltaram a reagir no mês de fevereiro, segundo apurou a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) divulgada, nesta terça-feira (13), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta do índice ficou em 0,7% em fevereiro sobre o mês anterior, um pouco acima da média alcançada pelo País (0,6%). Contudo, sete estados e o Distrito Federal registraram queda no setor.

As vendas do varejo ampliado da Paraíba, que analisa os segmentos de veículos, peças e materiais de construção, também registraram alta em fevereiro (2,3%), apontando uma reação. Neste segmento, apenas quatro estados tiveram queda no País, que registrou alta de 4,1%.

Das oito atividades pesquisadas, quatro tiveram taxas positivas no País. Livros, jornais, revistas e papelaria registraram maiores crescimentos frente a janeiro. Outros setores que contribuíram positivamente para o resultado foram atividades de móveis e eletrodomésticos e tecidos, vestuário e calçados, assim como hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, com grande peso na pesquisa, que também avançou. Já nos segmentos negativos estão os combustíveis e lubrificantes, artigos farmacêuticos, equipamentos e materiais para escritório, e outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,5%).

Análise do PMC

Para o gerente de Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do IBGE, Cristiano Santos, a volta às aulas gerou aquecimento nas vendas. “Janeiro é um mês de contas extraordinárias, como IPTU e IPVA, então é comum um consumo menor no comércio. Já em fevereiro, temos a volta do orçamento mensal das famílias a uma maior normalidade e o retorno dos alunos às escolas, aquecendo as compras de material escolar. Assim, mesmo com o cancelamento do Carnaval, que impacta, por exemplo, em menores vendas de bebidas alcoólicas nos supermercados, tivemos uma variação positiva esse mês”, avaliou Santos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × três =