O uso de máscara em aviões e aeroportos volta a ser obrigatório no Brasil a partir de sexta-feira, 25. A medida foi determinada nesta terça-feira, 22, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em 17 de agosto, a agência sanitária derrubou e exigência e passou a apenas recomendar o produto facial. O uso obrigatório de máscara no local ocorre no momento em que o país enfrenta uma nova onda de contaminações pelo novo coronavírus.

A obrigatoriedade esteve em vigor entre 2020 e agosto de 2022. De acordo com o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, o assunto de máscaras em aviões voltou a ser abordado após a agência receber manifestações de especialistas e entidades como a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e o Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass). Além disso, a Anvisa aprovou na noite desta terça-feira o uso emergencial de duas vacinas bivalentes contra a Covid-19.

Dos cinco diretores da agência sanitária, três deles foram favoráveis aos imunizantes da Pfizer que poderão ser aplicados como dose de reforço na população acima de 12 anos, três meses após a última dose. Ambas as vacinas protegem contra a variante original do novo coronavírus e as últimas subvariantes da Ômicron.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − 8 =