O presidente dos Estados UnidosDonald Trump, participou de seu primeiro evento público após a derrota na eleição nesta quarta-feira (11), no feriado do Dia dos Veteranos.

Acompanhado da primeira-dama, Melania, ele prestou homenagem ao soldado desconhecido, no Cemitério Nacional de Arlington, na Virgínia.

Ele não fez nenhum pronunciamento e deixou em silêncio a cerimônia que relembra as vítimas de todas as guerras americanas e faz homenagem às famílias dos veteranos.

Presidente Donald Trump em sua primeira aparição oficial no cemitério de Arlington, na Virgínia, nesta quarta (11) — Foto: Carlos Barria/Reuters

Presidente Donald Trump em sua primeira aparição oficial no cemitério de Arlington, na Virgínia, nesta quarta (11) — Foto: Carlos Barria/Reuters

O cemitério de Arlington, criado em 1860 e que fica em uma colina em frente à cidade de Washington, é o lugar de descanso dos restos mortais de 400 mil soldados americanos.

Além disso, o cemitério é o lugar onde descansam os restos do presidente John F. Kennedy.

Enquanto Trump cumpre com agenda oficial próxima a capital norte-americana, o presidente eleito Jon Biden faz suas homenagens, ao lado da esposa Jill, em um cemitério da Filadélfia.

Joe Biden e sua mulher, Jill, em cerimônia do Dia dos Veteranos nos EUA, na cidade de Filadélfia, na Pensilvânia, em 11 de novembro de 2020 — Foto: Jonathan Ernst/Reuters

Joe Biden e sua mulher, Jill, em cerimônia do Dia dos Veteranos nos EUA, na cidade de Filadélfia, na Pensilvânia, em 11 de novembro de 2020 — Foto: Jonathan Ernst/Reuters

Derrota na eleição

 

Esse foi o primeiro evento público que Trump participou desde a vitória de Joe Biden projetada pela imprensa norte-americana no sábado (7).

O presidente dos EUA se recusa a reconhecer a vitória do democrata e, a partir de ações judiciais, tenta provar que houve fraude no processo eleitoral, sem apresentar provas.

Os próximos passos das eleições nos Estados Unidos

Os próximos passos das eleições nos Estados Unidos

Nos EUA, a eleição para presidente é indireta. Para que um candidato vença, é preciso conquistar o voto de pelo menos 270 delegados no Colégio Eleitoral, que vai se reunir em 14 de dezembro (veja no vídeo acima).

Até a última atualização desta reportagem, o candidato democrata já havia garantido o voto de pelo menos 290 deles. Entenda como as projeções são geradas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 − 15 =