Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O teto dos juros do crédito consignado para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passa a ser maior a partir desta sexta-feira (10), de acordo com instrução normativa publicada no Diário Oficial da União.

O empréstimo pessoal terá limite de taxa de juros de 2,14% ao mês, contra os atuais 1,80%. Já nas operações realizadas com cartão de crédito, o teto passa de 3% para 3,06% ao mês.

 

A nova instrução normativa, assinada pelo presidente do INSS, José Carlos Oliveira, entra em vigor a partir desta sexta-feira.

 

empréstimo consignado é aquele descontado diretamente do contracheque da pessoa que tomar o empréstimo. A modalidade geralmente apresenta algumas das menores taxas de juros do mercado por conta do baixo risco de inadimplência.

A elevação do teto juros era cobrada pelos bancos e, os novos limites seguiram os índices recomendados pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS), em razão do aumento da Selic e da inflação.

Os juros do consignado estavam inalterados desde março de 2020, quando o governo havia anunciado uma redução nos módulos de crédito para dar mais recursos aos aposentados e pensionistas para atenuar os efeitos da pandemia do coronavírus.

A partir de 2022, a chamada margem de empréstimo consignado voltará para 35%. Durante a pandemia, esse limite foi ampliado para 40%, mas o prazo de validade termina em 31 de dezembro de 2021.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

vinte − 8 =