Foi preso, na manhã deste sábado (22), um dos suspeitos de matar o comandante da Guarda Municipal de Conde, Sérgio Carneiro da Silva. O crime ocorreu na noite da última quarta-feira (19), na praia de Cabo Branco, orla de João Pessoa, por volta das 23h. A prisão aconteceu na Rua Maria Rosa, no bairro de Manaíra, na capital, pelos agentes da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (DCCPAT).

Conforme a Polícia Civil, outros dois suspeitos conseguiram fugir durante a abordagem. O suspeito preso, de 19 anos, foi encontrado com dois ferimentos de arma de fogo. Ainda segundo a polícia, ele foi baleado no dia do crime após trocar tiros com o comandante da guarda e não havia procurado atendimento médico.

Em depoimento, o preso confessou que efetuou disparos contra Sérgio Carneiro da Silva. Por conta dos ferimentos, o suspeito foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma.  A polícia segue em diligências para localizar os outros envolvidos no crime.

Nesta sexta-feira (21), a Polícia Civil divulgou imagens captadas por câmeras de monitoramento mostram o suspeito do crime. O delegado João Paulo Amazonas, responsável pelas investigações, disse que o vídeo mostra indícios de uma tática comum em roubos de veículos por parte de uma dupla.

“Uma tática ação de ladrões de carro. Eles passam pelo alvo, estacionam em outra rua e seguem a pé até a vítima. A dupla não consegue roubar o carro e efetua um tiro no ombro do guarda que passa pelo tórax e atinge o coração. Momentos depois, os suspeitos passam correndo”, contou.

O crime

O comandante da Guarda Municipal de Conde, na Região Metropolitana de João Pessoa, foi assassinado a tiros no final da noite desta quarta-feira (19). Sérgio Carneiro da Silva chegou a bater o carro que conduzia com um poste após os disparos.

De acordo com o tenente Thierry, do Batalhão Especializado em Policiamento Turístico, as guarnições faziam rondas pelo local quando foram acionadas por moradores que denunciaram os disparos.

Conforme a polícia, Sérgio estava ao lado de uma amiga, que não se feriu. As investigações apontam que o crime foi praticado por uma dupla armada, que fugiu após os disparos. Até a publicação desta matéria não havia informações sobre a prisão dos suspeitos.

O corpo do comandante da Guarda Municipal de Conde, na Região Metropolitana de João Pessoa, foi sepultado no final da tarde desta quinta-feira (20). 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze + dezessete =