Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Foi realizado ao longo desta sexta-feira (24), o “Pacto das Águas”: discussão sobre políticas públicas que devem ser adotadas no semiárido paraibano após a chegada das águas do Rio São Francisco. Após o evento, o superintendente da Sudene, o general Araújo Lima, se mostrou otimista com as propostas apresentadas para a região e disse que a Paraíba pode se tornar um “grande celeiro de alimentos”.

Em entrevista ao jornalista Heron Cid, em Cajazeiras, onde estão sendo firmados o compromisso público do uso sustentável e da geração de oportunidades para a região após a chegada das águas da Transposição do Rio São Francisco, o superintendente disse que, com o planejamento das ações, a região pode projetar um futuro próspero.

“A chegada das águas é presente. Futuro são as ações que serão planejadas. Então eu enxergo para o futuro uma região próspera, uma região exportadora de produtos, porque essa região, apesar da escassez hídrica, tem um terreno muito fértil e se tratada de forma adequada poderá se tornar um grande celeiro de alimentos, agroindústria, agro Nordeste se desenvolvendo”, afirmou.

O general Araújo Lima reiterou a importância do encontro, que também contou com lideranças políticas como o prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (PP), e a deputada estadual Dra Paula Francinete (PP), além de outros nomes, como reitor da UFCG e o presidente da Faepa.

“Essa mudança de cenário exige dos gestores um replanejamento. Essa etapa é a de evitar sermos surpreendidos com a chegada das águas, com desperdício, falta de priorização, desvios clandestinos, ou coisa parecida”, completou.

DE: MAISPB

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × dois =