Um grupo de subprocuradores da República ingressou nesta terça-feira (17/8) com uma representação contra o cantor Sérgio Reis pelo suposto cometimento dos crimes de incitação à subversão da ordem política ou social e de incitação ao crime. Segundo a manifestação, o músico poderá responder a outros três crimes caso as manifestações convocadas por ele no dia 7 de setembro resultem em colapso dos serviços públicos e afetem a saúde pública.

Áudios e vídeos circulam nas redes sociais com Sérgio Reis convocando caminhoneiros para um cerco a Brasília no feriado da Independência. Ele também faz ameaças ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, dizendo que irá intimá-lo a “aprovar o voto impresso e [a] tirar todos os ministros do STF”.

Os subprocuradores afirmam que a abertura de uma ação contra Sérgio Reis se faz necessária “diante dos graves acontecimentos que têm marcado a história recente do país, em particular as frequentes ameaças de ruptura institucional e de desrespeito à independência dos Poderes e de seus integrantes”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

13 + 7 =