Bloco Principal 1

Síndrome gripal: UPAs de João Pessoa atenderam quase 2 mil pacientes em 10 dias

A busca por atendimento médico de pessoas doentes com alguma síndrome gripal tem crescido em João Pessoa. Em março, mais de 4,7 mil pacientes procuraram alguma das quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Neste mês, nos dez primeiros dias, 1.907 pessoas já procuraram ajuda médica no serviço público da capital paraibana.

+ Saúde alerta para circulação de vírus respiratórios na Paraíba

Os dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostram aumento desde o início de 2023, nas unidades dos Bancários, Oceania, Cruz das Armas e Valentina de Figueiredo. Veja:

Janeiro – 1.998 atendimentos;
Fevereiro – 2.219 atendimentos;
Março – 4.741 atendimentos;
Abril (até 10/04) – 1.907 atendimentos.

A Secretaria de Saúde orienta que a população procure o atendimento médico de acordo com a gravidade dos sintomas.

Na maioria das pessoas, a gripe se apresenta com uma evolução favorável, resolvendo-se de forma espontânea, habitualmente com uma duração entre 7 e 10 dias. Porém, às vezes, a doença provoca complicações que, em alguns casos, podem levar ao risco de morte.

A gripe é uma infeção causada pelo vírus Influenza, que atinge o sistema respiratório (nariz, garganta e pulmões), provocando diversos sintomas, a exemplo de dor de cabeça, dores musculares, fadiga, fraqueza, febre, tosse seca, entre outros.

Onde encontrar atendimento

Nas Unidades de Saúde da Família (USFs), os atendimentos são pacientes com a classificação de risco específica na cor azul, ou seja, com indicativo de casos não urgente. Esses pacientes são orientados para serem atendidos na unidade mais próxima da residência, de acordo com o horário de chegada.

Já as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) atendem por classificação de risco, assim como todo serviço de urgência e emergência, ou seja, o atendimento prioritário é para casos mais graves, como febre alta e falta de ar.

Muitas vezes, as UPAs, que são unidades de urgência e emergência, ficam sobrecarregadas porque, no ato da triagem, verifica-se que o paciente está com sintomas leves, com classificação de risco azul. E esses sintomas, a exemplo de uma tosse, coriza e febre baixa, devem ser tratados nas unidades básicas de saúde. As UPAs são destinadas a pacientes que realmente necessitem de um atendimento mais urgente e de um cuidado hospitalar”, explicou a diretora de Atenção à Saúde da SMS, Alline Grisi.

A rede municipal de saúde de João Pessoa dispõe de quatro UPAs, que funcionam 24h e estão localizadas nos bairros dos Bancários, Cruz das Armas, Jardim Oceania e Valentina Figueiredo.

Portal T5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri