Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro, pré-candidato do Podemos à Presidência da República, afirmou que o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi o responsável por sepultar a Lava Jato e afirmou que a próxima vítima deve ser o Plano Real. As declarações foram dadas em artigo publicado na revista Crusoé, na qual é colunista. Apesar das falas, ele não quis se estender muito sobre o assunto e disse que, após a filiação, na próxima semana, estará mais livre para comentar temas políticos.

“Na última quarta-feira foi rompido explicitamente o teto de gastos pelo governo, com a concordância expressa da área econômica, a pretexto de garantir recursos para expandir o Bolsa Família ou Auxílio Brasil. Ampliar os programas de transferência de renda, considerando o cenário econômico, é positivo, mas isso poderia ser feito sem arrebentar o teto de gastos”, diz Moro em seu artigo, em referência à aprovação da PEC dos Precatórios.

Ele ainda afirma que os “mais pobres pagarão um preço caro pelo populismo do governo federal, retratado de imediato com o aumento dos juros e da inflação, com a perda da credibilidade econômica, e com desincentivos ao crescimento econômico e ao emprego”.

“Sepultada a Lava Jato pelo atual governo, a próxima vítima parece ser o Plano Real. Estamos brincando na beira do abismo da deterioração institucional e econômica”, completou.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × dois =