Pelo segundo ano consecutivo, o São João não terá as tradicionais comemorações juninas: aglomerações, festejos, fogos de artifícios, fogueiras, apresentações musicais e de quadrilhas nas ruas. Isso ocorre por conta da pandemia de Covid-19 que tem afetado todos os estados brasileiros. Por meio de decreto, o governo da Paraíba suspendeu o feriado assim como a prefeitura de João Pessoa. No entanto, o brilho da data e as comidas típicas da época não podem faltar no rosto e na mesa do paraibano.

Para muitos, o São João é o momento mais esperado do ano, justamente por conta do comidas mais comuns do período. A maior parte é feita a base do milho como bolo de milho, canjica, pamonha, bolo de fubá. Porém ainda é possível degustar do próprio milho cozido ou assado. Na mesa também não pode faltar o bolo de pé-de-moleque, arroz-doce, cocada, munguzá e bolo de macaxeira caramelizado.

Gizélia Ferreira produz e vende comidas de milho e para ela, este ano, as vendas superaram as do ano passado. “O ano passado foi muito difícil porque ainda era muito nova essa questão da pandemia e o povo não sabia como fazer. Não tinha festas… Mas este ano foi bem melhor. Vendi bastante”, relatou, em conversa com o ClickPB. A microempreendedora informou ainda que ofereceu alguns kits juninos: bolo de milho, canjica, pamonha, arroz doce feito com creme de leite e leite condensado, e cocada de leite por R$ 60, mas que se esgotaram rapidamente.

Agora, se não pode soltar fogos de artifícios e acender fogueiras ou shows em praças públicas e casas de festas, é possível se divertir com o seu núcleo familiar – aqueles que residem na mesma casa – assistindo as lives em casa. Nesta quarta-feira (23), por meio de canais dos artistas, irão se apresentar nomes como Elba Ramalho com participação da ex-BBB campeã, a paraibana Juliette Freire, direto da terra do ‘Maior São João do Mundo’ – Campina Grande – e Solange Almeida e Dorgival Dantas.

No entanto, asa autoridades sanitárias e governamentais orientam que a população evite aglomerações, mesmo dentro de suas residências. Os casos confirmados da Covid-19 ainda estão em alta na Paraíba assim como a quantidade de óbitos. Foi por conta disso, que o feriado foi cancelado para evitar o deslocamento da população para as cidades tradicionais em promover festas como Bananeiras, Campina Grande, Patos e Santa Luzia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

seis − cinco =