O secretário da Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, rebateu nesta segunda-feira (8) as declarações do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, que questionou dados da covid na cidade, que passou da bandeira amarela para laranja. Enquanto dados apontam Campina com maior taxa de letalidade no estado e o maior índice de propagação do vírus, Bruno afirma que é o contrário.

Diante dos questionamentos, o secretário tachou Bruno de “neófito em gestão pública” e disse que o gestor precisa aprender a interpretar e calcular o índice de transmissibilidade do vírus.

“É compreensível essa dúvida do prefeito, que é um neófito em gestão pública e consequentemente necessita de aprender a como interpretar e como calcular um R, que é o índice de transmissibilidade, que não é calculado pela Secretarial Estadual da Saúde, é pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através do seu departamento de estatísticas. Então, essa dúvida que o prefeito tem ele deverá se informar com o Departamento de estatística da Universidade Federal e, aí sim, ele compreenderá por que Campina Grande hoje tem a maior taxa de letalidade no estado e o maior índice de propagação no Estado”, declarou o secretário Geraldo Medeiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × um =