Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou, no começo da tarde desta terça-feira (30), que investiga um possível caso de infecção por Covid-19 com a variante ômicron. Segundo o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Distrito Federal (Cievs), a pessoa está isolada e é monitorada pela equipe do Cievs.

Ele havia viajado para a África do Sul e voltou ao Brasil no mesmo voo que chegou ao Aeroporto de Guarulhos no último sábado (27), onde houve outro caso suspeito. De São Paulo, ele embarcou em outra aeronave para Brasília.

“Trata-se de um homem, da faixa etária entre 40 e 49 anos, que recebeu 3 doses de vacina. O caso permanece assintomático e o viajante está em isolamento domiciliar desde a chegada à capital”, diz a Secretaria de Saúde do DF.

Segundo a Secretaria de Saúde, o viajante fez o teste para Sars-Covid-2 na segunda-feira (29) e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-DF) encontrou “resultado detectável”. A pasta informou que “o Lacen-DF já iniciou as análises para sequenciamento genético da amostra, com o objetivo de verificar se trata-se da variante ômicron”.

DF sem festa de réveillon

Também no começo da tarde desta terça-feira (30), o governador Ibaneis Rocha (MDB) decidiu cancelar as festas de réveillon programadas para este ano. O motivo, segundo ele – que já havia divulgado a realização das comemorações – foi a variante ômicron do novo coronavírus.

O anúncio foi feito por meio de uma rede social (veja acima). O governador disse que não poderia “arriscar um retrocesso” no combate à pandemia.

“Peço que todos observem os cuidados recomendados, especialmente neste momento de incerteza, até que possamos retomar a vida normalmente”, disse Ibaneis.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

treze − oito =