Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O sargento reformado da Polícia Militar que foi baleado pelo filho em Patos, no Sertão da Paraíba, está paraplégico. Mas, de acordo com o cirurgião geral Caio Guimarães, ainda não se sabe se o dano é permanente ou temporário. O policial foi ferido no último sábado (19) e está internado na área vermelha do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Conforme o cirurgião, o PM reformado está com déficit motor e sem sentir os membros inferiores. Até o momento, não foi feita nenhuma cirurgia no policial e o quadro dele está sendo observado. “A gente está avaliando dia após dia para ir definindo a questão de sequelas. Mas ainda é muito precoce falar sobre isso”, explicou o médico.

O filho do sargento também é o principal suspeito de matar a mãe e o irmão, de 7 anos. Ele foi encaminhado para o Centro Especializado de Reabilitação de Sousa, também no Sertão paraibano.

 

T5

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

8 + 10 =