O sargento da Polícia Militar, José Fernando Batista, conhecido como Loquinha, de 51 anos, foi preso em flagrante na noite desse sábado (14), após ser flagrado intimidando e atirando contra cabos eleitorais do candidato Lucas Romão (Cidadania) na cidade de Pedras de Fogo, Litoral Sul.

A prisão foi realizada pela PM no bairro da Mangueira, em Pedras de Fogo. Na tarde de ontem, Loquinha acompanhado de demais homens armados, sendo um ex PM expulso da corporação, estava realizando um falsa blitz na Zona Rural da cidade, especificamente na PB-030 e parando veículos com adesivos de Lucas Romão, já que Loquinha é segurança do candidato Manoel Júnior. O sargento é o homem que aparece armado e atirando contra um veiculo nos vídeos divulgados nas redes sociais.

Veja o absurdo  praticado pelo Sargento da PM atirando contra eleitores adversários de Manoel Júnior:

De acordo com a Corregedoria da Polícia Militar da Paraíba, o sargento estava de atestado médico e, por isso, afastado da função na corporação. Ele foi levado para a delegacia da cidade. Mas, essa não é a primeira vez que o sargento aparece envolvido em atos de violência na cidade, ele foi denunciado por intimidar eleitores, quebrar o vidro do veículo do irmão do candidato a prefeito Lucas Romão, foi detido pela Polícia com uma arma irregular e liberado após pagar fiança.

Como vemos no vídeo, a saúde do sargento está muito boa para atuar contra os eleitores, mas, o atestado médico o afastou da função honrosa de proteger os cidadãos de bem. Resta saber quem foi o médico que liberou esse atestado.

A Justiça Eleitoral chegou a pedir tropas federais para a cidade, para assegurar a segurança do pleito, que já teve outros conflitos, mas a solicitação foi negada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

6 − quatro =