Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Rômulo Polari Filho, diretor presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), assumirá a Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Paraíba do Governo do Estado, segundo anunciado no programa Arapuan Verdade desta sexta-feira (10). Ele substitui Gustavo Feliciano, filho da vice-governadora Lígia Feliciano, o qual entregou o cargo nesta sexta-feira, causando a especulação da candidatura de sua mãe à governadora da Paraíba.

O secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Paraíba, Gustavo Feliciano (PDT), entregou seu cargo ao governador João Azevêdo (Cidadania) na manhã desta sexta-feira (10). Sua mãe, a vice-governadora Lígia Feliciano, foi a primeira anunciar a decisão através de um vídeo divulgado nas redes sociais, conforme apurou o ClickPB.

Entre as razões, afirmou Lígia, está o desejo de Gustavo de disputar uma vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nas eleições de 2022. Segundo ela, a saída é também para que seu filho fique “inteiramente à vontade na análise do cenário político, social e econômico que a Paraíba atravessa”, descartando “rompimento” com o Governo do Estado.

Rômulo Polari Filho

Natural de João Pessoa, Rômulo Polari Filho é graduado em Engenharia Civil pela Universidade  Federal da Paraíba (UFPB), Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana (UFPB) e Pós-Graduando em MBA de Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Rômulo Polari Filho atuou como assessor técnico e diretor de Planejamento de programas Habitacionais na Prefeitura de João Pessoa, consultor técnico na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO, FUNASA/CORE/PB, analista de Infraestrutura, do Ministério da Integração Nacional, analista judiciário, na especialidade de Engenharia Civil, no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRF5), analista judiciário, na especialidade de Engenharia Civil, no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) e atualmente é professor de Pós-Graduação do IBEC, IPOG, SENAI/FIEP e UNIPÊ, nas áreas de engenharia de custos e planejamento.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − nove =