Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, informou na tarde desta quinta-feira (18), por meio de sua assessoria, que mandou exonerar o servidor Celso Mamede de Lima, alvo da operação Bleeder.

A ação investiga recursos públicos federais repassados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) a municípios paraibanos para a construção de açudes e barragens.

 

O funcionário é apontado como braço burocrático da organização criminosa em Brasília. Os indícios mostram que o servidor auxiliou o grupo através de obras e aprovação de projetos.

A pasta disse que vai instaurar procedimentos internos de apuração de responsabilidades, tanto administrativos como disciplinares.

“O Ministério do Desenvolvimento Regional informa que não compactua com nenhum ato ilícito e que está colaborando com os órgãos de controle para a apuração dos fatos investigados no âmbito da operação Bleeder, conduzida pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Controladoria-Geral da União”, afirmou a pasta.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − 6 =