Morreu na madrugada desta segunda-feira (21), aos 85 anos, o músico paraibano João Gonçalves. Ele foi vítima de um infarto, em Campina Grande.

João é autor de clássicos da música popular nordestina, a exemplo de “Severina Xique Xique”, “Mate o véio”, “Galeguin dos zói azu”, sucessos na voz de Genival Lacerda.

Considerado o “rei do duplo sentido”, João teve seu LP quebrado, na década de 1970, pelo apresentador de televisão, Flávio Cavalcante. O fato, ocorrido em plena ditadura, não só trouxe fama como o colocou sob os olhares dos militares. Em João Pessoa, ao cantar na Festa das Neves, teve de se apresentar à Polícia Federal e a sua canção, “Pescaria em Boqueirão”, foi proibida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze + 5 =