Quase de 9 mil eleitores, que estão fora do seu domicílio eleitoral, justificaram a ausência às urnas utilizando o aplicativo e-Título, na Paraíba, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Quem não justificou tem até 60 dias para justificar a falta.

Após as falhas no primeiro turno, que impediram muitos eleitores de justificar a ausência, a Justiça Eleitoral informou que nesse domingo (29) o aplicativo funcionou adequadamente e sem instabilidade. Foram registradas 8.882 justificativas.

Uma mudança no 2º turno foi o fato de os eleitores só conseguirem baixar ou atualizar o aplicativo até 23h59 do sábado (28). A medida visou evitar a mesma sobrecarga que provocou instabilidade anteriormente.

A justificativa pelo aplicativo no dia da eleição dispensa comprovação documental, pois o e-Título se vale do georreferenciamento presente nos celulares para certificar a ausência do eleitor.

Justificar após a eleição

Também é possível justificar a ausência pelo app depois da votação, num prazo de 60 dias, mas nesse caso a Justiça Eleitoral pede que seja anexado algum tipo de comprovação, como uma passagem ou uma reserva de hotel, por exemplo.

Além do aplicativo, a partir desta segunda-feira (30), pelo mesmo prazo de 60 dias, o eleitor pode também justificar sua ausência presencialmente, no cartório eleitoral, ou na internet, por meio do portal Justifica, do TSE.

Cada turno de votação é contabilizado como uma eleição independente pelo TSE. Caso o eleitor não justifique por três eleições seguidas, pode ficar sujeito a sanções, tendo o título de eleitor cancelado e sendo impedido, por exemplo, de fazer empréstimos em bancos públicos ou emitir documento oficial, entre outras restrições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

16 − dezesseis =