O caso aconteceu na cidade de Araçatuba, a 521 km de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (30). Homens fortemente armados invadiram e atacaram pelo menos três agências bancárias. Testemunhas registraram os momentos de tensão e dos reféns amarrados em carros para impedir os ataques da polícia contra os criminosos.

Nas redes sociais, moradores contaram que após o ataque a um banco, teve troca de tiros com a polícia e, então, motoristas e pedestres foram abordados e feitos reféns.

Em entrevista, o prefeito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB), afirmou que comunicou o assalto ao governador João Doria (PSDB) durante a madrugada e a cidade recebeu reforço de segurança das cidades de Bauru, São José do Rio Preto e Presidente Prudente. À população, o prefeito recomendou que aguardassem em casa enquanto o trabalho da polícia é feito, e acrescentou que os criminosos poderiam ter espalhado artefatos explosivos nas vias enquanto fugiam.

O prefeito também contou que os suspeitos colocaram barricadas nas rodovias principais e atearam fogo em carros e caminhonetes.

De acordo com a Polícia Militar pelo menos dez carros foram utilizados na ação. Um adulto foi baleado e um adolescente atingido por estilhaços de um explosivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco × três =