A promotora do Ministério Público do Estado da Paraíba (MPPB) ,  Sônia Maia afirmou na tarde desta quinta-feira (8) que os familiares se aproveitaram da pandemia da Covid-19 para abandonar os idosos em  um abrigo em Tambaú. O local foi interditado após o MPPB comprovar as denúncias de maus tratos contra os idosos.

Sônia Maia, que foi a entrevistada, explicou os idosos estavam desnutridos  porque  não estavam recebendo a alimentação devida  e  muitos apresentava várias  escaras pelo corpo “ A situação deles era de dar dó”, revelou a promotora.

Ela disse ainda que MPPB vai investigar cada caso em particular. Sônia Maia afirmou que muitos familiares já compareceram para dar explicações  e aqueles idosos que forem levados para a casa de parentes eles serão monitorados  pelo MPPB por meio de visitas domiciliares.

Com relação ao dirigente do abrigo aonde os idosos foram encontrados, a promotora afirmou que ele chegou a ser preso, mas no dia seguinte foi liberado após passar por audiência custódia. “Inclusive  ele gravou um vídeo se dizendo inocente, mas ainda muito cedo para essa afirmação porque as investigações estão começando agora, pois a omissão dos familiares  e negligência do dirigente ensejou nessa situação”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 + onze =