Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Maria do Socorro da Silva, moradora do Gervásio Maia, nunca tinha feito um curso na área da gastronomia. Mas agora já vislumbra algum futuro na área. Ela é uma das beneficiárias dos cursos de Sustentabilidade Aplicada à Cozinha, que foram concluídos na última quinta-feira (28), numa iniciativa da Prefeitura de João Pessoa que objetiva a qualificação profissional.

Os cursos, que aconteceram nas Cozinhas Comunitárias do Gervásio Maia, Bairro dos Novais, Vieira Diniz e no Restaurante Popular de Mangabeira, foram realizados através da parceria entre a Secretaria Executiva da Participação Popular (SEPP) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Nacional (Senac), com apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e da Federação Paraibana de Associações Comunitárias (Fepac).

“Achei essa parceria da Prefeitura com o Senac uma ideia genial para que a gente possa se qualificar para o mercado de trabalho. Além disso, muitas mulheres não têm conhecimento sobre as possibilidades da gastronomia. Foi uma oportunidade muito boa para nós”, afirmou Maria do Socorro.

O curso foca no reaproveitamento de vários alimentos que podem render pratos nutritivos e deliciosos, evitando o desperdício e se transformando num alimento totalmente saudável. Prova disso foi o bolo de casca de banana feito com a fruta já bem madura. O resto da casca da banana foi parar no lixo? Nem pensar. Transformou-se em petisco. O mesmo aconteceu com talos de couve-flor, cenoura e casca de abóbora que tiveram um outro destino e não foram descartados do cardápio.

“Nunca tinha feito um curso nesta área antes e adorei. Assim que aparecer outras oportunidades, eu gostaria muito de me aprofundar mais nessa área e ir em frente”, disse Maria do Socorro.

Já Denise Henrique foi uma das beneficiárias do curso na Cozinha Comunitária do Bairro dos Novais. Para ela, que está fazendo o curso de Nutrição, a iniciativa só deixou a certeza de que está no caminho certo.

“Nunca fiz um curso assim. Esta primeira vez foi incrível. É chocante quando você descobre que todos os dias toneladas de alimentos são jogados fora, quando poderiam, de alguma forma, serem utilizados. Aprendi muito com esse curso”, falou Denise.

Sobre a iniciativa da Prefeitura, o secretário da Participação Popular, Thiago Diniz, ressaltou que esta parceria com o Senac, envolvendo também a Fecomércio, vem sendo de extrema importância para qualificar moradores dos bairros da cidade e abrir portas para o mercado de trabalho. “Todos os cursos têm um padrão de muita qualidade e nossa ideia é abranger o maior número de bairros possível. Ao todo, são 300 vagas em segmentos diferentes que estaremos ofertando até o final do ano”, afirmou.

Para a coordenadora de Capacitação Profissional da Fepac e articuladora da Participação Popular, Ana Leonora, trata-se de uma parceria que vem para transformar vidas. “Os cursos valorizam e empoderam cidadãos. Os alunos saem dos cursos com o currículo renovado e já com a ideia do que podem fazer para se inserirem no mercado de trabalho”, disse.

Nas Cozinhas Comunitárias, o sentimento é de que além de abrigar os cursos, os espaços também cultivam sonhos. Fabiana Ferreira coordena o equipamento instalado no Bairro dos Novais. “A gente se sente realizada ao ver que as pessoas saem daqui felizes com as perspectivas que se abrem. São novos horizontes e futuros que se abrem”, falou.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze + um =