O prefeito Lucas Gonçalves Braga (PSDB) foi denunciado ao Ministério Público (MP) pela suposta prática de crime de nepotismo na Prefeitura de Marizópolis, Sertão paraibano. A acusação foi formalizada neste domingo (31) pelo suplente de vereador Pedro José do Nascimento Netto (PP) com base na publicação da folha de pagamento do último mês de janeiro.

De acordo com o procedimento número 001.2021.004223, “Luquinha do Brasil” publicou as nomeações da esposa, cunhada, primos, filhos de primos e parentes de secretários que recebem salários de secretários, coordenadores e outros cargos de confiança e contrato de prestação de serviço.

“A corrupção constituiria uma forma particular de exercer influência ilícita, ilegal, e ilegítima sobre os negócios públicos para proveito próprio ou alheio, podendo se dar de três diferentes formas: o suborno, o nepotismo e o peculato”, diz trecho da denúncia.

Leia mais: Prefeitos de Nazarezinho, São José da Lagoa Tapada e Marizópolis divulgam nomes de secretários

Consta no procedimento que a soma dos salários recebidos pelo prefeito e seus familiares passa de R$ 42.000,00 (quarenta e dois mil reais)

Confira a lista dos denunciados:

  1. Lucas Gonçalves Braga – prefeito;

  2. Leia Gomes de Brito Braga – esposa do prefeito;

  3. Lívia Lins de Araújo Braga – cunhada do prefeito;

  4. Carla Braga Bezerra – prima do prefeito;

  5. Raquel Lira Braga da Silva – prima do prefeito;

  6. Maria Eduarda Dantas Braga – prima do prefeito;

  7. José Lins Braga – primo do prefeito;
  8. Jéssica Alves Braga – filha de José Lins Braga;

  9. Maria Natália Lins Abrantes – prima do prefeito e irmã do vereador Júnior Lins (sobrinho de José Lins Braga);

  10. Rodrigo Rodolfo de Melo – secretário de Saúde;

  11. Monalisa Estrela de Abrantes Melo – esposa de Rodrigo Rodolfo de Melo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 − sete =