O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, decidiu entrar na Justiça contra as novas restrições impostas pelo decreto estadual 40.930/2020, que proíbe o funcionamento de bares. restaurantes, praças de alimentação e similares após às 15h no natal e ano novo, na Paraíba. A decisão foi tomada após reunião na tarde desta terça-feira (22).

Leia mais: Decreto: bares e restaurantes só poderão funcionar até às 15h no Natal e Ano Novo na Paraíba

– No âmbito de Campina Grande, consideramos o decreto totalmente injustificável e desproporcional, por conta dos números e resultados que o Município apresenta neste momento em relação à Covid-19 – destacou Romero Rodrigues, revelando que a taxa local de transmissibilidade da doença é menor do que a registrada há dois meses.

Da reunião técnica conduzida pelo prefeito, que definiu a judicialização do decreto estadual, participaram o secretário Filipe Reul, da Saúde, e o procurador-geral do Município, José Fernandes Mariz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

nove − sete =