O preço do gás de cozinha deve sofrer dois reajustes no mês de setembro. O primeiro deve ser aplicado no dia 5 pelo dissídio coletivo para cobrir altas de custos decorrentes da inflação e o reajuste salarial de funcionários.

Em entrevista ao ClickPB, o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás GLP da Paraíba (Sinregás), Marcos Antônio Bezerra, afirmou que embora não tenha sido comunicado oficialmente, foi ventilado a possibilidade do reajuste ser de 7%.

“Não tem nada oficial, o que a gente tem de certo é que vai aumentar. No começo de setembro, haverá um grande impacto no valor do preço do gás de cozinha. É só isso que sabemos”, disse.

Outro reajuste, esse pela Petrobras, também é esperado para o mês de setembro. “Tudo indica que virá, pois o dólar aumentou, o combustível aumentou. Então, a qualquer momento vem a hora do gás, mas a gente nem sabe o dia nem o percentual”, alertou.

Só neste ano, foram sete reajustes anunciados em cima do preço do gás de cozinha. Na Paraíba, o botijão de 13kg já chega a ser vendido por R$ 100.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

vinte − dois =