A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia Seccional de Mamanguape, e o Exército Brasileiro, interditaram na manhã desta quinta-feira (2) um Clube de Tiro no município de Itapororoca. No local, foram constatadas irregularidades no prédio e o não atendimento às normas técnicas da legislação para esse tipo de empreendimento.

Durante a operação, foram apreendidas armas e munições e três sócios da empresa foram conduzidos à delegacia de Mamanguape para esclarecimentos. A investigação foi aberta pela Polícia Civil após denúncias de que havia armas clandestinas sendo guardadas no estabelecimento e desrespeito à legislação.

Segundo o delegado seccional Sylvio Rabello, relatou ao repórter Luiz Neto do Portal Notícias do Vale PB, a ação teve o objetivo de minimizar a atuação de grupos criminosos na região, que estavam fazendo do clube de tiro, depósito e guarda de armas de fogo.

De acordo as investigações, foram investidos cerca de R$ 400 mil para a instalação do Clube de Tiro na cidade. “Seguem as investigações, que apuram ainda a origem do dinheiro empregado na construção de um clube de tiro  numa cidade pequena como Itapororoca. A Polícia Civil ainda aguarda as diligências administrativas do Exército Brasileiro”, disse o delegado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três × um =