Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Depois de subir ao palco para revelar que intercedeu para a libertação dos “meninos” (todos na faixa dos 40 anos) que participaram do sequestro do empresário Abílio Diniz, Lula disse durante um evento de pré-campanha em Aracaju (SE), neste sábado 15, que ricos não gostam de pagar o que devem.

Lula falava sobre o pagamento da dívida com o Fundo Monetário Internacional (FMI) em seu governo e o posterior empréstimo ao órgão. De acordo com o site Poder 360, o ex-presidente também mencionou as reservas internacionais acumuladas nas gestões petistas.

“Convidei o companheiro Rodrigo Rato (então chefe do FMI) para vir ao Brasil”, disse. “E quando eu falei que queria pagar o FMI ele falou: ‘No, Lula, nosotros no precisamos de plata. Nosotros confiamos no Brasil. Não queremos receber’. Eu falei: ‘Mas eu quero pagar. Eu não quero dever para ninguém. Se tem uma coisa que pobre gosta é de pagar o que deve. Quem gosta de não pagar são os ricos”.

Pai dos pobres

A declaração é mais uma das falácias que tentam manter a fantasia de “pai dos pobres”, vestida por Lula até a explosão do escândalo Petrolão.

No dia 18 de maio, Lula se casou com a socióloga Rosângela da Silva, a Janja. Na festa, foram gastos só em bebidas R$ 100.000. O casal se mudou para uma casa de 700 metros quadrados, no bairro Alto de Pinheiros, avaliada em R$ 5 milhões. O aluguel está orçado em R$ 20,5 mil.

 

 

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × quatro =