As plantas ornamentais e flores tropicais podem ser a nova tendência para quem trabalha com Agricultura Familiar no município de João Pessoa. Isso acontece por meio do programa Eu Posso Semear, da Secretaria do Trabalho Produção e Renda, que vai possibilitar qualificação e disponibilizar área de cultivo neste tipo de cultura. A ação acontece no Viveiro Municipal, em uma parceria da Prefeitura de João Pessoa com o Sesc-PB.

“Temos equipe e parceiros apaixonados e que querem fazer o melhor. Isso me dá a certeza de que este projeto vai dar certo para trazer emprego e renda, qualificar o produtor rural, para mostrar a beleza e qualidade de nossas flores e para reforçar o turismo. A Prefeitura é um instrumento e como prefeito tenho a felicidade de estar em momentos como este para fazer o bem”, declarou o prefeito Cícero Lucena.

A ação tem o objetivo de garantir aos agricultores uma nova oportunidade, focando nas plantas ornamentais e flores tropicais, que são uma particularidade da região. Dessa forma, o grupo poderá ter mais uma oportunidade de renda.

No Viveiro Municipal, localizado no bairro de Gramame, em uma área do Sesc-PB gerida pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), os agricultores terão acesso a um celeiro de oportunidades com oficinas cultivo e preparo de arranjos e cultivo, além de precificação e  comercialização, etapa considerada o principal gargalo dos agricultores. Neste primeiro ciclo 50 famílias serão beneficiadas.

Um diferencial do programa é a garantia do espaço para o cultivo. “Muitos destes agricultores não possuem espaço de comercialização e produção. Por conta disso estamos cedendo este espaço. Além disso, eles não precisam ter histórico de produção na área. Se ele se sentir identificado com a temática, pode participar”, explicou Vaulene Rodrigues, secretária municipal do Trabalho, Produção e Renda.

O presidente da Federação do Comércio de Bens e Serviços do Estado da Paraíba (Fecomércio-PB), Marconi Medeiros, participou do evento representando o Sesc. “Muitas vezes não conseguimos entender o que isso vai trazer para a cidade de João Pessoa. Esta ação é muito importante porque sua administração vem trazer uma coisa que ficou esquecida e que agora retomou que é o de entender João Pessoa como a cidade mais verde. Contem sempre com o Sesc”, declarou.

Zeca Araújo, produtor de flores, foi um dos idealizadores do programa. “Eu tinha o sonho de propagar a floricultura e tornar João Pessoa um polo de plantas ornamentais. Elas contribuem economicamente e são viáveis para os pequenos agricultores”, explicou em um depoimento marcado pela emoção.

Ainda estiveram presentes o secretário municipal do Meio Ambiente, Wellison Silveira, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de João Pessoa, Dema Joaquim, e o da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana, Sérgio Chaves.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 + 13 =