A primeira etapa do lançamento do PIX, o sistema de pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central, começa nesta segunda-feira, 5, com o cadastramento de chaves. Desta maneira, a partir de hoje, os clientes de bancos poderão fazer registros de “chaves” que irão substituir — com o objetivo de simplificação das operações — dados atualmente obrigatórios como número do banco, agência, conta e CPF para recebimento de pagamentos e transferências.

A chave será o único dado vinculado à conta que o cliente terá que compartilhar para receber transferências ou pagamentos. Este dado pode ser o CPF, o número do celular, um e-mail ou uma chave aleatória, gerada no próprio app de sua instituição.

Algumas instituições já se adiantaram e ofereceram na última semana o pré-cadastro da chave. A ideia era testar o interesse do cliente ao novo sistema e se antecipar nessa disputa — em tese, uma chave de fácil lembrança e menor risco de uso indevido, como um e-mail, tem mais chances de criar recorrência para o banco a qual esteja vinculada do que um código aleatório ou o CPF. Quem fez o pré-cadastro agora deverá fazer a confirmação. Quem não fez terá a oportunidade de fazer pelo site do banco ou pelo aplicativo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

vinte − dezenove =