O ministro Alexandre Morais, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Polícia Federal prendesse novamente o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio. Segundo o ministro, Estáquio descumpriu medidas cautelares determinadas pelo STF. As informações são do jornal O Globo.

Em julho, o STF liberou o blogueiro da cadeia mas estabeleceu que ele não poderia sair de Brasília sem autorização judicial nem utilizar as redes sociais. Mas, Oswaldo Estáquio, nas últimas semanas, chegou a publicar vídeos em favor de Celso Russomanno (Republicanos), candidato a prefeito em São Paulo.

O blogueiro chegou, inclusive, a fazer, em uma das gravações postadas nas redes sociais, acusações contra Guilherme Boulos (PSOL). O vídeo foi retirado do ar por ordem da Justiça Eleitoral, que atendeu se tratar de notícias falsas.

O ministro Alexandre de Morais estabeleceu, em sua nova decisão, que Eustáquio deverá usar tornozeleira eletrônica e cumprir prisão domiciliar. No Twitter, o blogueiro comentou a decisão do STF. De acordo com ele, a prisão foi motivada pelas “denúncias da trama do golpe de Luciano Bivar (PSL) e o laranjal de Guilherme Boulos” que ele fez nas redes.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Oswaldo Eustáquio é investigado junto do blogueiro Allan dos Santos e da extremista Sara Winter no inquérito que investiga suposto esquema de organização e financiamento de atos em defesa da ditadura militar e pelo fechamento do Congresso Nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

seis + 15 =