Os petistas não gostaram nadinha de Barack Obama ter se referido a São Lula em seu novo livro de memórias, “A Promised Land”, como um criminoso que recebia “propinas na casa dos bilhões”.

O ex-chanceler Celso Amorim já saiu em socorro do ex-chefe chamando Obama de “leviano” e “superficial” e dizendo que a relação do petista com George W. Bush, aquele da Guerra do Iraque, era melhor.

Gleisi Hoffmann, então, soltou os cachorros: “Obama passou 8 anos fazendo guerras e espionagem, a serviço da indústria de armas e do establishment de seu país. Acobertou um vice investigado por corrupção e quer dar conselhos ao Brasil. Tem de explicar a sua participação no golpe e na Lava Jato”, escreveu a presidente do PT no Twitter.

Nem parece a mesma Gleisi encantada por ter tirado uma foto com o “presidente Obama” em 2011, dois anos depois de o democrata ter chamado Lula de “o cara” (vide, abaixo, reprodução do Twitter oficial da petista).

O amor é a coisa mais triste quando se desfaz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × três =