Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Uma levantamento de preços do material escolar, em João Pessoa, foi divulgado pela Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor da Paraíba (Procon-PB), nesta quinta-feira (13). A pesquisa foi realizada nos dias 6, 7, 10 e 11 de janeiro, para analisar o material escolar em consequência da volta às aulas. Foram pesquisados 345 itens em sete estabelecimentos da capital.

Segundo o Procon-PB, o plano de amostragem não foi probabilístico, portanto, os resultados não podem ser generalizados para todo o estado. No entanto, servem como um referencial para os consumidores que buscam por esses produtos. A pesquisa foi realizada presencialmente com uso de formulário adequado.

  • As borrachas se destacaram pela variação de 200%. O menor preço encontrado foi de R$ 0,50 e o maior de R$ 1,50;
  • O pacote de papel A4 com 500 folhas pode ser encontrado a partir de R$ 22,50, preço que varia até R$ 24,99 em João Pessoa. A diferença proporcional chega a R$ 2,49;
  • Outra diferença alta foi vista na caixa de massa de modelar com 12 unidades (120g), apresentando variação de até 100,00%, com preços a partir de R$ 4,10 e podendo chegar até R$ 8,20, com economia de até R$ 4,10 para o consumidor;
  • Já a caixa de cola colorida com 4 unidades (225g) custa entre R$ 6,85 a R$ 11,45 e a economia pode chegar a R$ 4,60, ou seja, uma variação de 67,15%;
  • O lápis de colorir (caixa com 36 unidades) foi encontrado a partir de R$ 53,00 e pode chegar até R$ 87,05, com uma diferença de R$ 34,05 e variação de 64,25%;
  • Em relação às tesouras, os preços variam entre R$ 4,90 e R$ 9,50, o que significa uma diferença de R$ 2,90;
  • Já no giz de cera, a caixa com 12 unidades apresenta uma variação de 96,67%, já que preços oscilaram de R$ 3,00 a R$ 5,90, uma variação de 96,67%;
  • Os preços do caderno de capa dura espiral (de 10 matérias) oscilaram de R$ 41,90 a R$ 47,90, com variação de 14,32% – uma economia de até a R$ 6,00;
  • A unidade do marca texto pode ser encontrada entre R$ 7,70 a R$ 12,90. A variação de preços chega a 67,53%, uma diferença de R$ 5,20 entre os maiores e menores valores.

Conforme o Procon Estadual, os preços constatados e as variações referem-se somente aos dias de realização da pesquisa. Os valores dos produtos estão sujeitos a mudanças de preços, seja por ofertas, promoções ou pela disponibilidade.

O Procon Estadual sugere aos consumidores que fiquem atentos às promoções neste período de volta às aulas. Além disso, é importante atentar a possíveis irregularidades como produtos vencidos e cupons fiscais sem informações obrigatórias.

Em caso de dúvidas, informações e sugestões, o Procon-PB disponibiliza o número 151 para ligações diretas e gratuitas, ou pelo WhatsApp (83) 98618-8330.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

14 − 14 =