A perícia da Polícia Civil confirmou na manhã desta sexta-feira (10), que a morte da criança Anielle Teixeira, de 11 anos, aconteceu por estrangulamento. A informação repassada pela perita e chefe do Numol de João Pessoa, Cristiane Helena Freire.

Anielle foi encontrada morta na madrugada da última quarta (8), em uma mata no bairro de Miramar, em João Pessoa. O suspeito de matar a criança foi preso e confessou ter cometido o crime de feminicídio, mas negou que houvesse estuprado a menina. Na audiência de custódia, porém, negou e afirmou que deu a declaração após sofrer agressões.

De acordo com a perita Cristiane Helena Freire, a adolescente sofreu uma fratura em duas vertebras cervicais. Além disso foi encontrado lama nas vias aéreas, o que leva a entender que a adolescente aspirou a substância enquanto ainda estava viva.

Ela informou ainda que a pericia aguarda outros exames para saber se houve violência sexual contra Anielle Teixeira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 + 17 =