O secretário executivo de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrami, comentou as medidas tomadas pelo governo do estado para restringir a circulação de pessoas nos municípios que estão em bandeira laranja e vermelha, na Paraíba. O secretário apontou que as medidas são necessárias devido ao aumento na transmissibilidade do vírus e de casos. “O número de internações hospitalares entre os dias 17 e 18 de maio, 102 pessoas foram internadas em um só dia, isso significa uma internação a cada 14 minutos, a situação exige que possamos tomar medidas protetivas proporcionais”, disse.

De acordo com Beltrami o novo decreto estadual para medidas de proteção diante do contexto de pandemia levou em consideração os dados da 25ª avaliação do plano Novo Normal. São 163 municípios em bandeira laranja e vermelha e para esses terá um conjunto de medidas específicas. “Como a limitação do funcionamento de bares, restaurantes e lojas de conveniência até às 16h. Redução de pessoas em cultos para no máximo 30% e atividades de construção civil enntre as 06h30 e 16h30, além do comércio poder funcionar durante 10 horas seguidas como limite. Voltamos a intensificar a fiscalização com o Procon, guardas municipais, secretarias de saúde com suas vigilâncias. São medidas fundamentais”, destaca.

O secretário apontou que a transmissibilidade do vírus está “extremamente” alta, acima de 1.5, o que significa que cada 100 pessoas conseguem transmitir para 150, além do grande número de internações hospitalares. “A situação exige que possamos tomar medidas protetivas proporcionais, use máscara fora de casa, conviva apenas com quem mora e trabalha com você, para evitar voltar a viver as dificuldades que enfrentamos ao longo do mês de março”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

9 + 1 =