Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

A quantidade de ataques a agências bancárias na Paraíba reduziu cerca de 42% nos primeiros nove meses de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020, segundo a Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds). Conforme o relatório da pasta, sete casos de assaltos a banco foram registrados este ano.

Em 2020, 12 assaltos a agências bancárias foram registrados nos primeiros nove meses. Em relação especificamente às explosões em agências bancárias, a redução é de 60% em relação a 2020, levando em conta também os nove meses. Foram quatro casos em 2021 e dez no mesmo período do ano anterior.

O último caso de explosão registrado na Paraíba foi no Sertão, no dia 13 de outubro. Criminosos explodiram caixas de uma agência na cidade de Paulista.

Segundo a Segurança, as operações de repressão qualificada a esse topo de crime contabilizam 150 prisões, contadas desde 2019. Além dos suspeitos de envolvimento, dezenas de armas de grosso calibre e materiais explosivos também foram apreendidos.

Ainda de acordo com a Sesds, a operação mais recente aconteceu no início deste mês, no Sertão da Paraíba. Após uma investigação que durou três meses, os policiais conseguiram localizar parte de um grupo suspeito de envolvimento com explosões a banco, em Coremas. Quatro homens foram mortos durante um confronto com a polícia.

No fim de setembro, uma ação integrada com a Polícia Civil do Piauí também resultou na prisão de um suspeito de chefiar uma organização criminosa de roubos a bancos no estado. Armamentos como fuzil e submetralhadora, além de materiais explosivos, também foram localizados e apreendidos.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × 5 =