Em setembro de 2022, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) constatou uma redução de 87,55% no número de internamentos por covid-19 na Paraíba em relação ao mês de julho do mesmo ano. Foram 217 pacientes regulados no mês de julho e apenas 24 em setembro. O número de vidas perdidas pela covid-19 também diminuiu neste período. Em julho, a Paraíba registrou 101 óbitos e, em setembro, cinco. A redução de mortes pela covid-19 entre os dois meses foi de 95%.

A Paraíba chegou a registrar dois picos de 60 óbitos por dia nos meses de março e abril de 2021, mas os números foram diminuindo à medida em que a vacinação avançou em todo o estado. Apesar disso, o número de doses aplicadas precisa melhorar. A população estimada de indivíduos maiores de 18 anos no estado é de 2.981.502 pessoas. Até agora, pouco mais de 2 milhões receberam a 1ª dose de reforço, 892.491 estão em atraso. A 2ª dose de reforço, disponível para o público com idade a partir de 30 anos, está com cobertura de 20,34%.

A secretária de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, destaca que as vacinas são as grandes aliadas no combate ao vírus e que a situação de controle da pandemia no estado evidencia a eficácia dos imunizantes. “Ainda não podemos nos descuidar do combate ao vírus da covid-19. Apesar de estarmos com índices confortáveis em relação à ocupação de leitos e uma redução drástica no número de óbitos, é preciso lembrar a população que a proteção se dá com o esquema vacinal completo, com as doses de reforço em dia, para que possamos permanecer menos vulneráveis à doença e sua forma grave”, ressalta a secretária.

Crianças entre 5 e 11 anos podem receber duas doses da vacina que protege contra covid-19 e a meta é alcançar 90% do público, mas o ideal ainda não foi atingido. “Apenas 63,05% das crianças foram vacinadas com a primeira dose, isso deixa mais de 140 mil crianças desprotegidas. A situação é ainda mais grave quando observamos a cobertura da segunda dose desse público, que só alcançou 41%. É um número baixo, principalmente por elas já estarem frequentando o ambiente escolar e as creches, onde estão mais expostas ao risco sem a vacina”, explica a secretária.

Até o momento, a Paraíba já aplicou 9,4 milhões de doses de vacinas contra covid-19, a maioria em adultos. Em relação à segunda dose de reforço, os dados apontam que 1.747.482 pessoas com idade a partir de 30 anos estão com o calendário em atraso. A SES reitera que a vacinação é o meio de prevenção mais eficiente e seguro contra a covid-19 e várias outras doenças e a campanha continua em todos os municípios. Todos seguem sendo abastecidos de acordo com a solicitação individual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

13 − 9 =