A votação do segundo turno das eleições para presidente começam a partir das 8h deste domingo (30) no País. No entanto, os brasileiros que vivem em outras nações pelo mundo já escolheram quem querem como mandatário da terra natal. Até as 8h, Nova Zelândia, Austrália, Coreia do Sul, Japão, Taiwan e Singapura encerraram a votação.

Nesses países, a votação aconteceu no mesmo horário previsto para o Brasil, das 8h às 17h deste domingo, mas seguindo o fuso local. Devido à diferença, que pode chegar a até 16h a mais — ou seja, enquanto são 8h aqui, na Nova Zelândia já é meia-noite de segunda-feira (31) —, a votação encerra antes que a do Brasil.

Primeira a começar o pleito, a Nova Zelândia finalizou a votação por volta das 17h do horário local, cerca de 1h da madrugada no Brasil. Duas horas após, pelo fuso de Brasília, foi a vez da Austrália. Na Coreia do Sul e no Japão o encerramento aconteceu às 5h.

Neste ano, mais de 697 mil eleitores estão aptos a escolher um candidato mesmo morando fora do País, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Eles podem votar somente para presidente da República. O número de eleitores no exterior representa um aumento de 39,21% em relação a 2018, quando ocorreram as últimas Eleições Gerais. A votação ocorre em 181 cidades estrangeiras.

Após o encerramento da votação, os boletins de urna são fixados nos respectivos consulados e embaixadas para consulta pública, assim como acontece nos colégios eleitorais brasileiros. A partir desses dados, é possível conferir, extraoficialmente, como foi a votação nesses países.

Os documentos demostraram que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi o mais votado na Nova Zelândia, escolhido por 70,34% dos eleitores. Já o atual mandatário, Jair Bolsonaro (PL) levou 29,66%.

Nas cinco cidades em que aconteceram a votação na Austrália — Sydney, Camberra, Melbourne, Perth e Brisbane —, o petista também levou a melhor, ainda conforme os dados da publicação. O antigo presidente também tem a maioria dos votos na Coréia do Sul e Singapura.

Bolsonaro venceu no Japão e em Taiwan.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

16 − 4 =